Hipossalivação ou boca seca e Mau Hálito (Halitose)

03 de Janeiro de 2018

Hipossalivação ou boca seca e Mau Hálito (Halitose)

A hipossalivação ou boca seca é uma importante causa indireta do mau hálito. Por si só, a diminuição da produção salivar não produz halitose, mas predispõe a um aumento significativo na formação de saburra lingual, doenças da gengiva e cáseos amigdalianos, 03 das principais causas do mau hálito.1

Essa predisposição ocorrerá tanto pelo aumento da descamação de células da mucosa bucal, como pela diminuição da defesa contra bactérias bucais e da autolimpeza que uma salivação normal proporcionaria. Entretanto, mesmo com uma baixa produção salivar é possível ter um hálito normal, desde que se aprenda a manter essas 3 principais causas diretas da halitose sob controle.

A importância da saliva

A saliva é considerada um dos fluidos mais importantes do corpo humano, com uma função essencial para a saúde bucal e geral, protegendo a cavidade bucal, orofaringe e o epitélio gastrointestinal. Suas funções são inúmeras, mas as principais são participar ativamente na percepção do paladar, defesa do nosso organismo, a capacidade tampão, que visa restabelecer o pH bucal e evitar doenças como a cárie, lubrificação e manutenção tecidos moles e duros bucais, e auxiliar na digestão, fonação e deglutição dos alimentos, entre outras.

Causas da Hipossalivação

Existem algumas causas para a diminuição da produção de saliva. As mais comuns são o efeito colateral de certas medicações como os antidepressivos, ansiolíticos, antialérgicos, anti-hipertensivos, diuréticos, sedativos, alguns relaxantes musculares e bronco-dilatadores e remédios para tratar a acne, epilepsia, obesidade, diarréia, náusea, desordens psicóticas, incontinência urinária e Mal de Parkinson.

As alterações emocionais como o estresse excessivo, a depressão e ansiedade, entre outras são outra causa comum de diminuição da produção salivar, fato que constatamos clinicamente com frequência na prática clínica, mas que os estudos ainda não demonstraram de forma clara.

A hipossalivação também pode ser um efeito de diversas doenças como o Diabetes Miellitus, a Hipertensão arterial e as doenças autoimunes como a Síndrome de Sjögren, Lupus eritematoso sistêmico, Esclerose múltipla, Esclerodermia e Artrite reumatóide.

Outras doenças podem também causar a diminuição da produção de saliva são a Síndrome de Down, Alcoolismo, Tuberculose, Sarcoidose, Hepatite C, Fibrose cística, AIDS, Paralisia de Bell, Amiloidose, Mal de Alzheimer, Mal de Parkinson, Acidente vascular cerebral e Caxumba.

Finalmente, certos tratamentos médicos podem comprometer as glândulas salivares e afetar a produção salivar como a radioterapia de cabeça e pescoço e quimioterapia, em casos de tratamento de câncer.

Como evitar o mau hálito causado pela boca seca

Para evitar o mau hálito nesses casos deve-se aprender a controlar as causas do mau hálito relacionadas à baixa produção salivar em um primeiro momento (controle da formação da saburra lingual e cáseos amigdalianos, e tratar as doenças da gengiva, se for o caso). E concomitantemente, tratar a baixa produção salivar. Para isso é essencial buscar ajuda de um profissional qualificado no tratamento do mau hálito e da boca seca.2

REFERÊNCIAS:

1- Conceição MD. Hipofunção de Glândulas Salivares e Halitose. Bom Halito e Segurança! Metas Essenciais no Tratamento da Halitose. 1 ed. Campinas- SP: Arte em Livros; 2013. p. 221-52.

2- Para obtenção do diagnóstico correto sempre será necessária a consulta a profissionais qualificados no tratamento da halitose. Encontre esses profissionais nos sites www.clinicahalitus.com.br; www.mauhalito.com/encontre-profissionais-perto-de-voce; www.abha.org.br; www.crosp.org.br/; cfo.org.br/.

Compartilhe